Promoção!

Mensagem

14.00  12.90 

Mensagem, obra-prima universal e universalista, é o único livro em língua portuguesa publicado em vida do poeta.

Mensagem é o poema épico sobre a pátria e o seu destino, o poema da glorificação do futuro.

Campanha Especial de Comemoração dos 80 anos da morte de Fernando Pessoa com 10% de desconto e portes grátis.

Descrição

Mensagem (edição comentada)

Comentada: Auxília Ramos e Zaida Braga

Autor: Fernando Pessoa

Páginas: 144

ISBN: 978-989-615-097-6

1ª Edição: Out/2010

Colecção: Desafios

capa-livro-ca-mensagem-BR

Introdução

«É a Hora!»

Edição especial, comemorativa do 75º aniversário da morte de Fernando Pessoa, comentada e seguindo o Novo Acordo Ortográfico. Ao afirmar «os futuros ma [a obra] porão na ortografia deles, sem me levar a mal o haver escrito em outra», Pessoa soube antever o (atual) presente.

Mensagem, obra-prima universal e universalista, é o único livro em língua portuguesa publicado em vida do poeta.

Mensagem é o poema épico sobre a pátria e o seu destino, o poema da glorificação do futuro.

Índice

por Auxília Ramos e Zaida Braga

PRIMEIRA PARTE

BRASÃO

I — Os Campos

Primeiro: O dos Castelos

Segundo: O das Quinas

II — Os Castelos

Primeiro: Ulisses

Segundo: Viriato

Terceiro: O Conde D. Henrique

Quarto: D. Tareja

Quinto: D. Afonso Henriques

Sexto: D. Dinis

Sétimo (I): D. João o Primeiro

Sétimo (II): D. Filipa de Lencastre

III — As Quinas

Primeira: D. Duarte, Rei de Portugal

Segunda: D. Fernando, Infante de Portugal

Terceira: D. Pedro, Regente de Portugal

Quarta: D. João, Infante de Portugal

Quinta: D. Sebastião, Rei de Portugal

IV — A Coroa

Nun’Álvares Pereira

V — O Timbre

A Cabeça do Grifo: O Infante D. Henrique

uma Asa do Grifo: D. João o Segundo

A Outra Asa do Grifo: Afonso de Albuquerque

SEGUNDA PARTE

MAR PORTUGUÊS

I              O Infante

II             Horizonte

III            Padrão

IV           O Mostrengo

V             Epitáfio de Bartolomeu Dias

VI           Os Colombos

VII          Ocidente

VIII         Fernão de Magalhães

IX            Ascensão de Vasco da Gama

X             Mar Português

XI            A Última Nau

XII          Prece

TERCEIRA PARTE

O ENCOBERTO

I – Os Símbolos

Primeiro: D. Sebastião

Segundo: O Quinto Império

Terceiro: O Desejado

Quarto: As Ilhas Afortunadas

Quinto: O Encoberto

II — Os Avisos

Primeiro: O Bandarra

Segundo: António Vieira

Terceiro: (‘Screvo meu livro à beira-mágoa…)

III. — Os Tempos

Primeiro: Noite

Segundo: Tormenta

Terceiro: Calma

Quarto: Antemanhã

Quinto: Nevoeiro

capa-mensagem250

Coordenadoras

Auxília Maria Fernandes Moreira Ramos, licenciada em Filologia Românica pela FLUP, é professora de Português e Literatura Portuguesa. Autora e co-autora de várias publicações no âmbito da didáctica da língua e literatura portuguesas; co-organizadora de colectâneas de poesia portuguesa (Almeida Garrett e Fernando Pessoa). Supervisora dos exames nacionais de Português de 12º ano.

Zaida Maria Campos Monteiro Braga, licenciada em Filologia Românica pela FLUP, é professora de Português e Literatura Portuguesa. Orientou estágios pedagógicos de Português em colaboração com as Universidades de Aveiro e do Porto. Autora e co-autora de várias publicações relacionadas com a didáctica da língua e literatura portuguesas; co-organizadora de colectâneas de poesia portuguesa (Almeida Garrett e Fernando Pessoa). Supervisora dos exames nacionais de Português de 12º ano.

 

Comentários:

«É a Hora!» Assim termina essa extraordinária obra que o poeta dedicou à sua Pátria e onde descreve a sua origem e passado, esquecendo o presente mas visionando o futuro deste país.

Terá sido essa a ideia que presidiu à criação.

… Para o grande público, no entanto, a Mensagem é uma espécie de símbolo criado pelo poeta dos heterónimos mas ao lê-la é por vezes difícil compreender o tão profundo ela se enraíza no que nos pertence ou pertenceu e na visão que o autor pretendia dar do seu país que um dia havia de renascer. … É o próprio Pessoa que realça o profundo simbolismo que esta obra encerra num modo onde poderemos percepcionar os seus desejos de uma fraternidade universal. Ora é esta profundidade que por vezes escapa ao comum dos leitores. Por isso «É a Hora», quando decorrem as celebrações do 75º aniversário da sua morte, de aparecer uma edição especial da responsabilidade da Centro Atlântico que nos oferece para além do grande poema épico o acompanhamento na página adjacente do significado das palavras ou expressões utilizadas pelo poeta. Até onde chega afinal o sentido verdadeiro que ele lhe quis dar. E é esse contributo valiosíssimo, da responsabilidade de duas licenciadas em Filologia Românica, Auxília Ramos e Zaida Braga.

… Uma Mensagem a não perder, esta que descreve talvez o que de mais verdadeiro existe na condição universalista de ser português. Mas terá de ser bem compreendida para lá chegarmos. E, não sendo a única, é essa a grande virtude desta magnífica edição.

Amor pelos Livros (amorpeloslivros.blogspot.com), 13 de Dezembro de 2010

Ao longo dos anos, foram dezenas as edições do único livro [em português] que Fernando Pessoa publicou em vida. E se a descoberta contínua do espólio pessoano durante as últimas décadas fez que outros textos despertassem a atenção de milhões de leitores em todo o mundo, «Mensagem» nem por isso perdeu significado, quanto mais não seja pelo forte vínculo a Portugal que manifesta, ao dissertar admiravelmente sobre o Quinto Império e o sebastianismo. A presente edição, que coincide com o 75º aniversário da morte de Pessoa, distingue-se das demais porque disponibiliza um texto introdutório – essencialmente didáctico – a cargo de Auxília Ramos e Zaida Braga.

Notícias Sábado, 4 de Dezembro de 2010

Ver também Campanha de comemoração dos 80 anos da morte de Fernando Pessoa:

7-livros-FernandoPessoa_web FP

Photos

Também pode gostar…