Publicado em

Passagem de Ano 2022-2023

As celebrações de passagem de ano já se preparam pelo mundo inteiro e Portugal não é exceção!

Comecemos pela capital, Lisboa, e antes de a visitar, faça-se acompanhar do livro “Lisboa – Vista de Cima / From Above”:

As celebrações de passagem de ano de Lisboa regressam ao Terreiro do Paço com entrada é gratuita e o cartaz começa às 22h30 do dia 31 de dezembro com a atuação de Paulo Gonzo, seguido de fogo de artifício às 00h00. Seguem-se depois as atuações de Batukadeiras X, Lura, Bonga, Cuca Roseta, Samuel Úria, Elida Almeida e Pongo, até às 02h00 da madrugada do dia 1 de janeiro de 2023.

Caso decida fazer a sua passagem de ano no Porto, aconselhamos que se faça acompanhar do livro “Porto – Visto de Cima / From Above”:

A passagem de ano no Porto realiza-se desta vez no Queimódromo (espaço que habitualmente recebe a Queima das Fitas, no Parque da Cidade, devido às obras do metro na baixa do Porto), a partir das 22h30, estando previstas atuações de Fernando Daniel, Diogo Piçarra e Moullinex.

Caso decida rumar um pouco mais a Norte passar o ano em Braga, leve consigo o livro “Braga – Cidade bimilenar / A bimillennial city”:

Se procura um local onde reina a calma, num cenário de eleição, poderá optar por levar a sua cara metade ao Douro e repousar numa das belíssimas Quintas e Hotéis da região. Aconselhamos que leve consigo o livro “Douro – Maravilhas do Património / Heritage Wonders” e conheça as 250 maravilhas desta magnífica região de Portugal.

Poderá ainda visitar os magníficos Castelos de Portugal ou as belíssimas Bibliotecas.

Veja mais sugestões na nossa Loja.

Publicado em

My Soul Lost in Tibet

As an individual, a photography shot is not only to capture a moment, but it’s a way of creating a meaningful connection with the world and to change my perceptions.

Perhaps, photography is the most authentic way to break the boundaries between people, to unite them through portratiting their own version of their reality.

Tibet is the rooftop of the world with an average elevation of roughly 4,380 meters (14,370 feet) above sea level, and its spiritual center. The wilderness of the landscape makes it nearly untouched. the red of the buildings, involved in a unique beautiful way of chaos, surrounded by peach blossoms, the smell of the food and the daily routines.

Every human would be a portrait with an expressive smile there. 

Due to the high altitude, every time I go to Tibet, I find difficulties breathing, and my brain is often empty, creating me, somehow, an exquisite feeling of transcendence. Maybe photography creates us overwhelming obstacles, but being able to portrait something that may be remarkable to someone, translates the real meaning of this way of art that doesn’t need words and eternalizes something that I was the only one able to capture on that specific moment.

*

Como indivíduo, uma fotografia não é apenas para capturar um momento, mas é uma forma de criar uma conexão significativa com o mundo e mudar minhas perceções.

Talvez a fotografia seja a forma mais autêntica de quebrar as fronteiras entre as pessoas, unindo-as através do retrato da sua própria versão da sua realidade.

O Tibete é o telhado do mundo com uma elevação média de aproximadamente 4.380 metros (14.370 pés) acima do nível do mar e seu centro espiritual. A natureza selvagem da paisagem torna-a quase intocada. o vermelho dos edifícios, envolvidos numa forma única de beleza do caos, rodeados pelas flores dos pessegueiros, o cheiro da comida e as rotinas do dia-a-dia.

Todo ser humano seria um retrato com um sorriso expressivo ali.

Devido à grande altitude, sempre que vou ao Tibete, encontro dificuldades para respirar, e meu cérebro muitas vezes fica vazio, criando em mim, de alguma forma, uma sensação deliciosa de transcendência.

Talvez a fotografia nos crie obstáculos avassaladores, mas conseguir retratar algo que pode ser marcante para alguém, traduz o real significado desta forma de arte que dispensa palavras e eterniza algo que só eu fui capaz de captar naquele local específico momento.

*

Ver Exposição / See Exhibition “My Soul Lost in Tibet“:

My Soul Lost in Tibet

Yi Xu

Publicado em

Porto: Melhor Destino de Cidade do Mundo / Best City Destination in the World 2022

Porto é o Melhor Destino de Cidade do Mundo 2022

O reconhecimento do Porto como Melhor Destino de Cidade do Mundo 2022 foi entregue ontem à noite, 11 de novembro, na cerimónia dos World Travel Awards, em Mascate, Omã.

O Porto deixou para trás as cidades mexicanas de Acapulco, Cancún e Mazatlán; Bogotá, na Colômbia; Quito, no Equador; a sul-africana Cidade do Cabo; a queniana Nairobi; o Dubai, nos Emirados Árabes Unidos; as norte-americanas Las Vegas, Miami e Nova Iorque; Hanoi, (Vietname), Hong Kong (China), as australianas Melbourne e Sydney, além da neo-zelandesa Queenstown; Londres, Lyon, Marraquexe, e a cidade de Lisboa.

A cerimónia de entrega dos prémios, considerados os “óscares” do Turismo, reuniu a presença dos principais decisores, figuras de relevo e destaque do setor, assim como influenciadores e a comunicação social especializada.

Porto is the Best City Destination in the World 2022

The recognition of Porto as the Best City Destination in the World 2022 was delivered last night, November 11, at the World Travel Awards ceremony in Muscat, Oman.

Porto left behind the Mexican cities of Acapulco, Cancún and Mazatlán; Bogotá, Colombia; Quito, Ecuador; the South African Cape Town; Kenya’s Nairobi; Dubai, in the United Arab Emirates; the North American Las Vegas, Miami and New York; Hanoi (Vietnam), Hong Kong (China), Australia’s Melbourne and Sydney, as well as New Zealand’s Queenstown; London, Lyon, Marrakech, and the city of Lisbon.

The awards ceremony, considered the “Oscars” of Tourism, brought together the presence of the main decision-makers, prominent figures in the sector, as well as influencers and the specialized media.

Porto Visto de Cima mostra uma cidade fascinante, afinal desconhecida. Através do olhar fotográfico de Libório Manuel Silva e do conhecimento da evolução histórica da cidade por parte do historiador José Manuel Tedim, cada página deste livro é uma revelação sobre a cidade que julgamos conhecer.

Ver também: Porto Visto de Cima / From Above + Fotografia assinada

Ver também o livro «DOURO – Maravilhas do Património / Heritage Wonders»:

O livro «DOURO – Maravilhas do Património / Heritage Wonders», bilingue (em português e inglês), com 288 páginas integralmente a cores com uma encadernação de luxo (em capa dura, com sobrecapa), prefaciado por J. Rentes de Carvalho, inclui 420 fotografias de Libório Manuel Silva, que retratam 250 Maravilhas do Património do Douro, onde o Porto se encontra destacado num capítulo exclusivo.

Publicado em

O Douro como nunca viu, em Armamar

Foz do rio Tedo a desaguar no rio Douro, no concelho de Armamar

O Nuno é filho de um português que no ano 2000 veio conhecer a terra do pai durante dois anos, enquanto fazia um mestrado em ciência política.

A Érica é filha de japoneses e foi trabalhar na terra do sol nascente em 2003, onde morou por 5 anos.

O Nuno e a Érica são um casal de brasileiros que vive agora em Portugal e que gostam de contar histórias deles ou as dos lugares pelos quais passam, partilhando em vídeo as suas experiências e visitas.

Desta vez eles rumaram ao Douro e visitaram o concelho de Armamar, no distrito de Viseu, onde a CIM Douro os levou a conhecer a Feira da Maçã de Armamar e a região do Douro, onde conheceram o melhor que lá há: as pessoas!

A imagem de capa do livro «DOURO – Maravilhas do Património / Heritage Wonders» que retrata uma Vindima tradicional no Douro foi fotografada em Armamar. Este magnífico livro bilingue (em português e inglês), com 288 páginas integralmente a cores com uma encadernação de luxo (em capa dura, com sobrecapa), prefaciado por J. Rentes de Carvalho, inclui 420 fotografias de Libório Manuel Silva, que retratam 250 Maravilhas do Património do Douro, onde Armamar se encontra destacado num capítulo exclusivo que inclui o magnífico Património de Armamar, Gastronomia, Trajes e locais emblemáticos, de cortar a respiração.

Do que está à espera para encomendar e conhecer a obra «DOURO – Maravilhas do Património / Heritage Wonders»?

Publicado em

Concurso Internacional de Fotografia 2022

https://www.museudodouro.pt/eventos/projetos

Concurso Internacional de Fotografia 2022: Douro Património Contemporâneo – Alto Douro Vinhateiro – 20 anos Património Mundial

2022 International Photography Contest: Douro Contemporary Heritage – Alto Douro Wine Region – 20 Years of World Heritage

A edição de 2022 do Concurso Internacional de Fotografia – Douro Património Contemporâneo alia-se à celebração dos 20 anos da inscrição do Alto Douro Vinhateiro na lista do Património Mundial, tendo por âmbito geográfico a área classificada da UNESCO.

O objetivo do concurso deste ano é captar as mudanças/persistências desta paisagem evolutiva e viva nos seus mais diversos aspetos. Além de captar a paisagem, o objetivo é também sentir, percorrer o Douro através das suas gentes, das práticas e da forma como moldam o território vitivinícola através de uma leitura crítica do estatuto Património Mundial. Compreender lugares (possivelmente) desconhecidos do território e promover um novo olhar sobre a fotografia são os principais objetivos deste concurso, inserido no protocolo mecenático celebrado entre o Museu do Douro e a EDP – Gestão da Produção de Energia S.A.

As imagens vencedoras do concurso integrarão a base de dados “Arquivos Visuais” do Museu do Douro, sendo o mote para uma exposição itinerante.

O concurso está aberto a todos os fotógrafos, amadores e profissionais, nacionais e estrangeiros.

Os concorrentes devem apresentar as fotos a concurso entre 1 de novembro e 1 de dezembro de 2022.

Todas as informações mais técnicas de acesso ao concurso poderão ser consultadas no Regulamento.

Consultar / Download
Regulamento PT 
Regulation ING/Guidelines 

Inscrição / Submisson
https://forms.gle/FhzhyUm5Qe2cxi7Y6

The 2022 edition of the International Photography Contest – Douro Contemporary Heritage joins the celebration of the 20th anniversary of the inscription of the Alto Douro Wine Region on the World Heritage List, having the classified area by UNESCO as its geographical scope.

The aim of this year’s contest is to capture the changes/persistencies of this evolving and living landscape in its various aspects. In addition to capturing the landscape, the aim is also to feel, to go through the Douro through its people, its practices and the way they shape the wine-growing territory through a critical reading of the World Heritage status. Understanding (possibly) unknown places of the territory and promoting a new look on photography are the main goals of this contest, which is part of the patronage agreement signed between the Douro Museum and EDP – Gestão da Produção de Energia S.A.

The winning images of the contest will integrate the database “Visual Archives” of the Douro Museum, being the motto for an itinerant exhibition.

The contest is open to all photographers, amateurs and professionals, national and foreign.

Contestants must submit their photos to the contest between November 1st and December 1st, 2022.

All the more technical information on how to enter the competition can be found in the Regulations.

Ler mais em / Read more at: Museu do Douro

Publicado em

Freixo de Espada à Cinta banhado pelo Douro

“Entre as povoações portuguesas da Raia, Freixo de Espada à Cinta, no nordeste transmontano, é talvez a mais isolada. Ninguém passa por Freixo se não quiser lá ir. A situação geográfica ditou um destino singular para as gentes de Freixo e esculpiu-lhes o carácter. De D. Afonso Henriques a Guerra Junqueiro, um filho de Freixo, passando pela invasão dos judeus fugidos das Espanhas no séc. XVI, eis uma visita obrigatória, guiada pelo investigador freixenista Jorge Duarte.”

Fonte: Programa “Visita Guiada” (RTP2) com autoria e apresentação de Paula Moura Pinheiro que faz uma visita guiada ao património cultural português.

O concelho de Freixo de Espada à Cinta é o 3º concelho por ordem a ser divulgado num capítulo exclusivo do livro «DOURO – Maravilhas do Património / Heritage Wonders» e está muito bem referenciado nesta obra, em termos de conteúdos, e dado que o autor considerou que o património natural e histórico-monumental de Mogadouro deveria ser alvo de registo fotográfico, sendo Mogadouro dos municípios com vários monumentos apresentados no livro, incluindo: Castelos, Igrejas, Castro, Miradouro, Monóptero, Convento, Amendoeeiras em flor, Lagos do Sabor.

O magnífico livro «DOURO – Maravilhas do Património / Heritage Wonders» bilingue (em português e inglês), é uma obra com 288 páginas integralmente a cores com uma encadernação de luxo (em capa dura, com sobrecapa), prefaciado por J. Rentes de Carvalho, inclui 420 fotografias de Libório Manuel Silva, que retratam 250 Maravilhas do Património do Douro.

O prefaciador da obra – Prof. J. Rentes de Carvalho – (com nome na capa) é o mais ilustre filho literário do Douro, sendo o principal romancista duriense vivo em atividade. O seu prefácio é uma fabulosa homenagem ao Douro.

Do que está à espera para encomendar e conhecer a obra «DOURO – Maravilhas do Património / Heritage Wonders»?

Publicado em

Dia Mundial do Turismo

Dia Mundial do Turismo (WTD, World Tourism Day) celebra-se desde 1980, no dia 27 de setembro. Este dia foi escolhido por ser a data em que, no ano de 1970, entraram em vigor as diretivas que são consideradas como mais marcantes para o turismo global.

​Este dia promove a tomada de consciência sobre o valor social, cultural, político e económico do turismo e a contribuição desta atividade para serem alcançados os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) – Sustainable Development Goals (SDGs).

Neste Dia Mundial do Turismo venha conhecer Portugal e o seu magnífico património através dos nossos Best-Sellers para turistas.

Publicado em

Porto em destaque no Douro

O Porto encerra, com chave-de-Ouro o livro «DOURO – Maravilhas do Património / Heritage Wonders» num capítulo exclusivo com 22 páginas dedicado ao seu Património, onde o concelho do Porto se encontra destacado com diverso património edificado, tal como a Igreja e Torre dos Clérigos, os Painéis de azulejo na Estação Ferroviária de São Bento, o Pátio das Nações e o Salão Árabe no Palácio da Bolsa, e diversos locais e pormenores a conhecer como o património gastronómico. Este magnífico livro bilingue (em português e inglês), com 288 páginas integralmente a cores com uma encadernação de luxo (em capa dura, com sobrecapa), prefaciado por J. Rentes de Carvalho, inclui 420 fotografias de Libório Manuel Silva, que retratam 250 Maravilhas do Património do Douro.

Pode encontrar o livro «DOURO – Maravilhas do Património / Heritage Wonders» à venda nas lojas:

Do que está à espera para encomendar e conhecer a obra «DOURO – Maravilhas do Património / Heritage Wonders»?

Ver também:

Porto Visto de Cima mostra uma cidade fascinante, afinal desconhecida. Através do olhar fotográfico de Libório Manuel Silva e do conhecimento da evolução histórica da cidade por parte do historiador José Manuel Tedim, cada página deste livro é uma revelação sobre a cidade que julgamos conhecer.

Publicado em

PEARLS OF PORTUGAL

Concurso de Fotografia “Pearls of Portugal

Com esta iniciativa pretendemos criar novas oportunidades para mostrar o nosso belo país.

Como dizemos frequentemente, somos apaixonados por Portugal e queremos dar a todos a oportunidade de o ver através dos “olhos” uns dos outros e partilhar a sua própria visão.

Participantes:

  • Qualquer pessoa em Portugal.

Como participar:

Interessados em participar, devem submeter uma fotografia original através do formulário no site oficial da Pearls of Portugal (formulário disponível a partir de dia 2 de setembro, com data limite até 30 de setembro).

As fotos devem ser digitais ou digitalizadas, podendo ter sido tiradas com qualquer instrumento de captura de imagem, como: câmara fotográfica digital ou analógica, telemóvel, entre outros.

Entende-se por original a fotografia pertencente ao autor/proprietário. As fotos devem ter resolução mínima de 100 dpi, largura mínima de 1 mil pixels e tamanho máximo de 3 megabytes.

Cada foto enviada deve ser acompanhada pelas seguintes informações:

  • Nome do fotógrafo
  • Email
  • Opção de anonimato ao público
  • Opção de canais para a participação
  • Facebook – Link do perfil de Facebook
  • Instagram – Link do perfil de Instagram
  • Comentário / descrição / nota.

Candidato deve seguir a conta da Pearls of Portugal no Instagram ou Facebook.

Cada pessoa pode participar as vezes que quiser.

Critérios de Exclusão:

Serão excluídas do concurso as fotos que não respeitarem as normas apresentadas neste regulamento e/ou que se enquadrarem nos seguintes casos:

  • Imagem protegida pelas leis de propriedade intelectual ou pelos direitos de privacidade e publicidade;
  • Conteúdo obsceno, ofensivo, calunioso, difamatório ou proibido por lei;
  • Fotografias inadequadas, com baixa qualidade ou que, por qualquer motivo, estejam fora dos padrões exigidos;
  • Fotografia que não se enquadre na modalidade do concurso;
Publicado em

O mais ilustre filho literário do concelho de Mogadouro

Mogadouro é uma vila raiana portuguesa, pertencente ao distrito de Bragança, Região Norte e sub-região de Terras de Trás-os-Montes, com 3 549 habitantes (Census 2011). É sede do município de Mogadouro com 760,65 km² de área e 9.542 habitantes (Census 2011), subdividido em 21 freguesias.” (Fonte: Wikipédia)

O concelho de Mogadouro é o 2º Município por ordem a ser divulgado num capítulo exclusivo do livro «DOURO – Maravilhas do Património / Heritage Wonders» e está muito bem referenciado nesta obra, em termos de conteúdos, e dado que o autor considerou que o património natural e histórico-monumental de Mogadouro deveria ser alvo de registo fotográfico, sendo Mogadouro dos municípios com vários monumentos apresentados no livro, incluindo: Castelos, Igrejas, Castro, Miradouro, Monóptero, Convento, Amendoeeiras em flor, Lagos do Sabor.

O magnífico livro «DOURO – Maravilhas do Património / Heritage Wonders» bilingue (em português e inglês), é uma obra com 288 páginas integralmente a cores com uma encadernação de luxo (em capa dura, com sobrecapa), prefaciado por J. Rentes de Carvalho, inclui 420 fotografias de Libório Manuel Silva, que retratam 250 Maravilhas do Património do Douro.

O prefaciador da obra – Prof. J. Rentes de Carvalho – (com nome na capa) é o mais ilustre filho literário do concelho de Mogadouro e a sua ascendência é do concelho de Mogadouro, sendo o principal romancista duriense vivo em atividade. O seu prefácio é uma fabulosa homenagem ao Douro.

Do que está à espera para encomendar e conhecer a obra «DOURO – Maravilhas do Património / Heritage Wonders»?