Promoção!

Guimarães Top-Secret: Segredos de Guimarães

14.00  12.60 

Guimarães Top-Secret: Segredos de Guimarães

Conhecemos realmente uma cidade mesmo que tendo vivido nela toda a vida? E, se estivermos de visita, de quanto tempo precisamos para a entendermos realmente? Este é um livro para cabeças no ar, vimaranenses curiosos e visitantes audazes, que não querem passear apenas pelos locais que habitualmente encontram nos guias turísticos. Nestas páginas reúnem-se mais de 50 segredos de Guimarães: desde o rico património construído, aos ícones modernos da cidade, passando pela sua deliciosa gastronomia e prazerosos espaços verdes.

 

Descrição

Conhecemos realmente uma cidade mesmo que tendo vivido nela toda a vida? E, se estivermos de visita, de quanto tempo precisamos para a entendermos realmente? Este é um livro para cabeças no ar, vimaranenses curiosos e visitantes audazes, que não querem passear apenas pelos locais que habitualmente encontram nos guias turísticos. Nestas páginas reúnem-se mais de 50 segredos de Guimarães: desde o rico património construído, aos ícones modernos da cidade, passando pela sua deliciosa gastronomia e prazerosos espaços verdes.

capa-livro-ca-guimaraes-topsecret-2ed_MR

Guimarães Top-Secret: Segredos de Guimarães

Texto e Coordenação: Samuel Silva

Fotografia: José Caldeira

ISBN: 978-989-615-205-5

Pág.s: 100

2.ª Edição: Dez/2015

PVP: 14,00 Eur

De tanto passarmos no mesmo lugar, esquecemo-nos de reparar nele. Até ao momento em que algo ou alguém nos aponta o caminho. Este livro nasce de um exercício assim: uma proposta para voltarmos a olhar para a cidade, que cruzamos todos os dias, à procura de pormenores esquecidos. Este é, portanto, um livro de redescoberta de Guimarães. A cidade é aqui revelada em pormenores mais ou menos discretos de locais onde já passámos tantas e tantas vezes, como o telhado da Casa dos Coutos, a fachada do Palácio Vila Flor ou a igreja de Santos Passos.

Esta é também uma obra de descobrimento. De segredos bem guardados ou histórias que estavam à espera de serem contadas. Como a de o nome de uma rua aparentemente banal, o local inusitado dos primeiros jogos de futebol que por aqui aconteceram ou uma receita da gastronomia local. As próximas páginas podem, por isso, ser uma revelação absoluta para aqueles que pensavam conhecer muito bem a cidade, mas, simultaneamente, prestam-se igualmente a funcionar como um guia peculiar para quem aqui chega com um olhar curioso.

Deixamos por isso que o leitor entre em igrejas onde (quase) ninguém vai há muitos anos e lançamos um olhar diverso para as colecções dos museus da cidade. Espreitamos atrás das portas, para as pequenas jóias que se encontram em casas particulares no centro histórico. Nas próximas páginas, estas são destapadas e trazidas para a luz. É o momento de encontrarmos pinturas surpreendentes em paredes de belos salões, clarabóias ricamente ornamentadas ou espantosos tanques barrocos, herdeiros de períodos de renovação arquitectónica da velha cidade medieval.

Nestas páginas reúnem-se mais de 50 segredos de Guimarães, com atenção, obviamente, ao seu rico património construído e à história relevante que aqui teve lugar, passando pelos ícones modernos da cidade, sem esquecer a sua deliciosa gastronomia e os prazerosos espaços verdes que a circundam. A proposta é tão transversal quanto possível. Nos temas tratados, nas épocas históricas – há segredos revelados desde a pré-história ao século XX –, mas também do ponto de vista geográfico. Nesta lista tocam-se quase todas as latitudes do concelho, com um enfoque esperado no seu centro histórico monumental. Sem ser um catálogo exaustivo, este livro de segredos de Guimarães pretende mostrar um território com um potencial turístico que está para além das camadas costumeiras.

AUTORES:

Samuel Silva é jornalista e autor de obras anteriores sobre Guimarães como “Memórias do Comboio em Guimarães” (2004), “Guimarães: Pessoal e Transmissível” (2013) ou “Histórias atrás das Portas” (2013).

José Caldeira é fotógrafo, tendo, nessa condição, acompanhamento a Guimarães 2012 – Capital Europeia da Cultura e da Guimarães 2013 – Cidade Europeia do Desporto. Tem imagens publicadas em obras como “Guimarães 2012 – Um ano de fotografias da Capital Europeia da Cultura (2012), “Castelo em 3 actos” (2012), “Memórias Colectivas e Singulares” (2012) ou “Guimarães: Pessoal e Transmissível” (2013).

Este livro conta com a consultoria de António Amaro das Neves, historiador e ex-presidente da Sociedade Martins Sarmento, e a colaboração, entre outros, de Francisco Brito (historiador), Ricardo Erasún (arqueólogo), Gonçalo Cruz (arqueólogo da Citânia de Briteiros), Manuel Fernandes (engenheiro florestal) e Miguel Frazão (arquitecto da Câmara Municipal de Guimarães).

 

Photos